Paim denuncia chantagem de Temer para aprovar a “reforma” da Previdência

De : Thales Melo | Em : 06 de Fev de 2018

f3.png

Campanella 

O senador Paulo Paim (PT-RS) (foto) voltou a criticar Michel Temer, rejeitado por mais de 90% dos brasileiros. De acordo com o parlamentar, o emedebista “faz chantagem para pressionar a aprovação da reforma da Previdência”.

“Lamentável. No Silvio Santos, ele disse que em pouco tempo não haverá dinheiro para pagar as aposentadorias. O Brasil já está acostumado com sua retórica pífia. Como diz a música… ‘pega na mentira'”, escreveu Paim em sua conta no Twitter.

“A CPIdaPrevidência deu sugestões: cobrar dívidas das empresas, combater sonegações e fraudes, acabar com desonerações, reduzir os altos juros para o pagamento da dívida pública. A arrecadação aí será de trilhões de reais. A Previdência é superavitária”, acrescentou.

Segundo levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas, divulgado neste mês, 66% dos brasileiros são contrários as mudanças nas regras da aposentadoria e dos benefícios sociais como deseja o governo. Os dados apontaram que, para 62% da população, a reforma é desnecessária, contra 28,9% que afirmam ser preciso mudar o sistema atual.

DEBATE ABRE CALENDÁRIO 2018 NO SENADO FEDERAL –  Um debate sobre o resultado da CPI da Previdência vai abrir a agenda de 2018 da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal (CDH). A audiência, que estava marcada para segunda-feira (5), foi transferida para terça-feira (6).

O senador Paulo Paim (PT-RS)  é o autor do pedido de audiência pública e quer esclarecer o motivo de o governo ter desacreditado publicamente o relatório da CPI (RDH 178/2017).

A CDH também já aprovou pedido de audiência sobre desvios de recursos previdenciários para entidades privadas, discussão que ainda não tem data marcada.

 

Fonte: Brasil247/Agência Senado

 

Compartilhe: