Governo do Estado faz proposta 3,95 % de reajuste para policiais

De : Thales Melo | Em : 11 de Abr de 2018

r3.png

A proposta de reajuste foi enviada para a Assembleia Legislativa e está condicionada ao comportamento da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Deputados deverão apreciar a mensagem em caráter de urgência, segundo o Governo (Foto: Assis Fernandes/O Dia)

O Governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa do Piauí projeto de lei que dispõe do aumento salarial para categorias da segurança pública, incluindo policiais civis e militares, agentes penitenciários e bombeiros. Os procuradores e controladores do Estado também foram incluídos no texto, que prevê reajuste de 3,95%, incluindo a correção da inflação e mais 1% de ganho real para os servidores.

Após a chegada do projeto, o líder do governo, deputado Francisco Limma (PT) apresentou requerimento pedindo urgência na análise da matéria. O pedido foi aprovado pelos parlamentares e o projeto começa a ser debatido hoje nas comissões técnicas da Casa. Pelo projeto, o aumento de 3,95% deve começar a valer no mês de maio, assim que a publicação do relatório fiscal do primeiro quadrimestre deste ano seja realizada.

Ao O DIA, a Secretaria de Estado da Fazenda informou que a aplicação do reajuste vai levar em conta o cumprimento dos critérios da Lei de Responsabilidade Fiscal e caberá a equipe de gestão financeira do Estado avaliar as possibilidades de cumprimento da medida.

O líder da oposição, deputado Robert Rios, criticou a proposta de reajuste de apenas 1% de ganho real para as categorias da segurança pública. “O que o governador faz com as categorias dos policiais civis e militares é um crime. É uma maneira de o governador demonstrar o desprezo que ele tem, pelos policiais piauienses, civis e militares”, observou o parlamentar.

 O DIA tentou contato com a Secretaria de Administração e o líder do governo na Assembleia, mas não obteve sucesso.

Por: João Magalhães - Jornal O Dia

 

Fonte: Portal O Dia

Compartilhe: